PARI PASSU

O acompanhamento, a par e passo, da vida nas Ilhas dos Açores, desde a economia e política até à cultura e religião.

13.9.05

O povo começa a estar farto!


As doses de diversão e de música têm sido tão elevadas ao longo desta época estival que o povo está farto. E não é por acaso que Simone actuou para uma plateia reduzida. Mais recentemente a 1ª. Maratona de Rock teve tudo, menos público. Começou por custar 5 euros e depois nem mesmo de graça se compôs a "galera". O espectáculo foi atrasado algumas hora para ver se o público chegava. Pudera, na noite anterior os Fingertips actuaram de borla. Faz parte da onda festivaleira que assolou as ilhas. Naturalmente que vamos pagar uma factura bem elevada por estas iniciativas. Nós os contribuintes.

4 Comments:

At 11:19 da manhã, Blogger Nuno Barata said...

Os autarcas são meros repartidores de dinheiros do orçamento de estado. Enquanto não for maoralizado o regime orçamental das autarquias, ou seja, que os ditos autárcas sejam responsáveis pela receita e pela despesa, não há remédio.

 
At 11:36 da manhã, Blogger gmarinho said...

Farto? Só até ao próximo Verão...

 
At 12:29 da tarde, Blogger Alexandre Pascoal said...

...Luis desculpe lá mas tenho de o corrigir..."concertos intímos" é a designação do ciclo de concertos que resulta de uma parceria entre o CCCAH e o TM...e público não faltou no passado dia 09/09, havia, isso sim, "povo" para + 1 ou 2 concertos...

 
At 4:11 da tarde, Blogger Alexandre Pascoal said...

...ah, os concertos no Teatro Micaelense são pagos!

 

Enviar um comentário

<< Home