PARI PASSU

O acompanhamento, a par e passo, da vida nas Ilhas dos Açores, desde a economia e política até à cultura e religião.

13.12.05

Cruzes e crucifixos

Sem mais palavras!

"Se, em nome da lei da liberdade religiosa, se começa a banir cruzes de escolas, terão pensado os libertários onde se iria parar, se quisessem ser inteiramente coerentes? (...) Em primeiro lugar, era preciso mudar de bandeira. (...) As cinco quinas figuram o quê? Como toda a gente sabe, ou devia saber, figuram as cinco chagas de Cristo (...)". João Bénard da Costa,Público, 04-12-05.

"Porque há feriados dias santos neste Estado Laico? Não serão inconstitucionais? (...) E sendo dias santos, porque se dispensam de trabalhar nestes dias os ateus e agnósticos, que não querem crucifixos nas escolas? Porque não são proibidos presépios e árvores de Natal em locais ou estabelecimentos públicos, para não ferirem a laicidade do todo-poderoso Estado? Ou será que um crucifixo é mais “perigoso” que a representação simbólica do nascimento de Cristo? (...) Porque não proíbem atletas e jogadores da selecções de Portugal de fazerem o sinal da cruz (...)? Porque não acabam com esses cartões de boas-festas natalícias que os ministros, secretários de Estado, directores-gerais e tantos responsáveis do estado gastam com o dinheiro dos contribuintes?" António Bagão Félix, Diário de Notícias, 04-12-05.

"Está o governo disposto a reconhecer que a época natalícia ofende os preceitos da Constituição?" Constança Cunha e Sá, Sábado, 01-02-05.

1 Comments:

At 3:21 da tarde, Anonymous Voxx said...

Carradas de razão.

 

Enviar um comentário

<< Home