PARI PASSU

O acompanhamento, a par e passo, da vida nas Ilhas dos Açores, desde a economia e política até à cultura e religião.

14.2.07

Açores: Reserva de Vida

Os Açores destoaram do todo nacional no que se refere ao Referendo para a liberalização do aborto, e votaram de forma esmagadora no Não. Foram 69% dos votos expressos contra 31% de votos no Sim. Uma diferença abismal de 38 pontos percentuais.
O maior resultado do Não em todo o país foi exactamente nos Açores.
Afinal os açorianos disseram ao país que há sinal de Vida nestas ilhas. Disseram que ainda se respira Vida nesta Região. Talvez os Açores sejam assim uma reserva nacional de Vida, tão importante para relançar o combate ao aborto livre e facilitado. Pois tratou-se apenas de uma batalha nesta grande “guerra” à cultura da morte, ao niilismo e ao hedonismo. Quem sabe até podemos ser nos Açores os pioneiros do humanismo europeu, “exportando” princípios e convicções para esta Europa envelhecida e caquéctica.
Posted by Picasa

1 Comments:

At 2:13 da manhã, Blogger José said...

Qual foi o valor da abstenção?

 

Enviar um comentário

<< Home