PARI PASSU

O acompanhamento, a par e passo, da vida nas Ilhas dos Açores, desde a economia e política até à cultura e religião.

29.6.06

E lá se foi o Pesqueiro

Num ápice desapareceu a zona balnear do Pesqueiro.
Dizem que é o progresso. Digo eu que é a betonização desenfreada no ainda e continuado ciclo do betão. E naturalmente a obra do regime Cesariano. Como foi o CCB, os Estádios do Euro 2004, e como vai ser o TGV e a Ota: monstros desnecessários e não prioritários.

2 Comments:

At 11:49 da tarde, Anonymous Anónimo said...

O betão é para as pessoas aqui e em qualquer parte do mundo ou quer viver na idade da pedra? Emigre para a África profunda!

 
At 8:58 da tarde, Anonymous Maria Costa said...

Luís,

Concordo em pleno contigo.
Digo mesmo é uma vergonha o que estão a fazer com a nossa Cidade.
Haja respeito Senhores Governantes e deixem-se de tolices e preocupem-se mais com a miséria ( que é o que não falta).
Um Abrço,
Maria

 

Enviar um comentário

<< Home